A mais recente pesquisa Datafolha revelou que a maior parte da população considera justa a soltura do ex-presidente Lula (PT) no início de novembro, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a constitucionalidade da prisão em segunda instância.

De acordo com o levantamento, 54% dos entrevistados entendem que a libertação de Lula foi justa, enquanto 42% dizem que soltura é injusta. Ainda, 5% disseram não saber. A pesquisa ouviu 2.948 pessoas entre os dias 5 e 6 de dezembro em 176 municípios pelo país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O ex-presidente foi solto no dia 8 de novembro, deixando a sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, após 580 dias de prisão. A decisão de libertar Lula foi comunicada à Polícia Federal no mesmo dia. Medida veio após a decisão do STF de declarar inconstitucional prisão após condenação em segunda instância.

Entrevistados confiam mais em Lula que em Bolsonaro

 

Na pesquisa, o Datafolha também questionou se os entrevistados confiam nas declarações do ex-presidente. Os que dizem não confiar nunca somam 37%, enquanto outros 25% afirmam que sempre confiam. Afirmam que às vezes têm confiança no que fala o ex-presidente 36%.

Com relação ao atual presidente Jair Bolsonaro, 80% da população brasileira diz desconfiar de suas declarações. A pesquisa revelou que 43% dos entrevistados nunca confiam em afirmações do presidente e 37% confiam às vezes. Já os que dizem confiar sempre são apenas 19% dos entrevistados, sendo que 1% não soube responder.

Por Revista Fórum

Ler 284 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top