A deputada estadual Márcia Lia lança a Frente Parlamentar em Defesa da Democracia e dos Direitos Humanos nesta quarta-feira (26), no auditório Teotônio Vilela, da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), a partir das 10 horas, em parceria com os mandatos Bancada Ativista (PSOL) e da deputada Érica Malunguinho (PSOL). O lançamento será transmitido pela página de Márcia Lia no Facebook https://www.facebook.com/marcialia/ e pela TV Alesp. www.al.sp.gov.br/

A cerimônia será marcada pelo debate “Segurança Pública: o encarceramento em massa é a solução? Buscando outros caminhos contra a violência”, com a presença de representantes do Ministério Público, Ouvidoria das Polícias de São Paulo, Defensoria Pública, Secretaria de Estado de Segurança Pública e Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil.

Também participam da atividade – e da construção da Frente de Direitos Humanos – os movimentos Pastoral Carcerária, Rede Rua, Casa de Oração, Pastoral do Povo de Rua, Sindicatos dos Psicólogos, Mães Maria do Cárcere, Movimento Nacional de Direitos Humanos e Comissão Justiça e Paz.

Coordenadora desta Frente Parlamentar, oficializada em 01 de maio de 2019, a deputada Márcia Lia lembra que desde seu primeiro mandato tem trabalhado em defesa dos direitos humanos. “Trabalhamos na defesa dos direitos das mulheres, das crianças e adolescentes, pelo direito à moradia digna, à alimentação saudável, à educação pública e de qualidade, ao acesso ao atendimento em saúde e à ampla defesa. Tudo isso configura direitos humanos e vem sendo debatido pelo nosso mandato”, fala a parlamentar.

Dentre as ações do primeiro mandato da deputada Márcia Lia que marcaram sua defesa dos direitos humanos estão trabalhos pela melhoria da qualidade de vida das famílias das Favelas de Jacareípe, Haiti e Vila Prudente, em São Paulo; a luta pelo fim dos alimentos enlatados na merenda escolar das escolas públicas de São Paulo; a retirada de menores infratores da Casa de Custódia de Limeira, onde os adolescentes viviam entre ratos, sem banhos quentes e sem cobertas e colchões suficientes para todos nos dias frios; e realização de uma série de audiências públicas pelo Estado de São Paulo propondo a elaboração do Plano Estadual de Direitos Humanos junto com o Conselho Estadual de Direitos da Pessoa Humana e movimentos sociais.

Com a Frente Parlamentar de Direitos Humanos, a deputada se volta também a temas como o encarceramento e genocídio de jovens negros e privatização dos presídios de São Paulo, dentre outros.

A Frente Parlamentar é coordenada por Márcia Lia e composta pelos deputados André do Prado (PL), Barros Munhoz (PSB), Caio França (PSB), Carlos Giannazi (PSOL), Coronel Telhada (PL), Delegado Olim (PP), Edmir Chedid (DEM), Enio Tatto (PT), Érica Malunguinho (PSOL), Gilmaci Santos (PRB), Itamar Borges (MDB), Jorge Wilson Xerife do Consumidor (PRB), Leci Brandão (PCdoB), Luiz Fernando Teixeira (PT), Marcos Damásio (PL), Marta Costa (PSD), Reinaldo Alguz (PV), Ricardo Madalena (PL), Sebastião Santos (PRB), Valeria Bolsonaro (PSL), Wellington Moura (PRB), Marina Helou (Rede) e Bancada Ativista.

SERVIÇO

Lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Democracia e dos Direitos Humanos

Dia 26 de junho

10 horas

Auditório Teotônio Villela

Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp)

Avenida Pedro Álvares Cabral, 201

Parque Ibirapuera

Mais informações

16 997818013

16 3311 1300

16 997327013

Ler 292 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top