Imprimir esta página

Uma operação do DEIC da Polícia Civil, por decisão do juiz Marco Antônio Martins Vargas, cumpriu na manhã desta segunda-feira, 24, nove mandatos de prisão temporária contra lideranças do movimento sem-teto do centro de São Paulo, além de 17 ordens de busca e apreensão.

Mais uma vez são atacadas organizações populares que lutam pelos direitos da classe trabalhadora e da população mais pobre e sem-teto. Medidas repressivas dessa natureza fazem parte do Estado policial, de exceção, tanto no nível estadual quanto no nacional, que vem sendo construído desde o golpe que derrubou a presidenta Dilma Rousseff e levou à prisão o ex-presidente Lula.

Repudiamos as prisões sem justificativas claras das lideranças detidas e nos somamos a todos os que exigem a imediata de sua libertação.

Nossa solidariedade a todos os lutadores e lutadoras que tiveram violados seus direitos civis e humanos.

Comissão Executiva do PT do Estado de São Paulo

Ler 328 vezes